Menu

Mais de 450 presos são batizados nas águas, nos Estados Unidos

21 SET 2022
21 de Setembro de 2022
Ministério chamado “God Behind Bars” leva evangelho a presídios nos EUA com a ajuda de igrejas locais.

Clique aqui para editar.

Um ministério cristão chamado “God Behind Bars” leva evangelho a presídios nos EUA e mais de 450 presos se converteram durante esse ano.

De acordo com informações do ministério, cerca de 90 presos se batizaram no ano passado e esse ano o grupo tem celebrado o aumento significativo de conversões.

“O evangelho está se espalhando como nunca vimos nas prisões. Jesus está se movendo no poder!”, afirmou a God Behind em postagem no Facebook.

O projeto de tal ministério iniciou em 2009, e tem como foco pregar a mensagem de Cristo e apoiar os detentos durante o período em que cumprem as penas e após suas libertações.

“Criamos campi satélites nas prisões e toda a nossa missão é apresentar Jesus aos presos. Há 3,1 milhões de presos em todo o país e esse é um grupo enorme de pessoas. Acreditamos que podemos alcançar quase todos eles”, disse Isaac Holt, diretor de inovação da God Behind Bars.

O ministério recebe apoio de muitas igrejas locais, dentre elas a Faith Promise, no Tennessee.

“Nós fornecemos a eles a oportunidade de que, quando saírem, já tenham uma igreja doméstica”, explicou Lisa Cole, pastora da igreja Faith Promise.

“Eles fazem pequenos grupos, têm grupos de oração todas as noites em suas unidades. Nós os desafiamos a ganhar seu mundo compartilhando o Evangelho”, contou a pastora.

A pastora contou o testemunho de uma moça chamada Michele, que era viciada em metanfetamina e se converteu a Jesus na prisão.

“Ela realmente entregou sua vida a Cristo e começou a ler 10 devocionais diferentes por dia. [Ela] estava indo ao culto e realmente orando pelas mulheres. É uma das maiores e mais brilhantes luzes que já vi para Jesus”, relatou.

Atualmente, Michele está livre das drogas, crente no Senhor Jesus e conseguiu um novo emprego, além de manter contato com a filha de 17 anos que não via desde quando ela tinha apenas 3.

“Acho que se a graça de Deus não pode se estender a um prisioneiro, então não pode se estender a mim. Como cristãos, devemos acreditar que a graça de Deus pode mudar o pior dos piores”, ressaltou a pastora Lisa.

“Estamos todos redimidos. Deus faz milagres tão incríveis”, concluiu.


Fonte: Gospel Prime

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!